:::: MENU ::::
[parte 1- Introdução]

No Ocidente, os ucranianos são calculados em cerca de 2 milhões. Destes, 150 mil vivem no Brasil e 120 mil no Paraná.
Os primeiros imigrantes ucranianos chegaram ao Paraná há mais de 100 anos, por volta do século XIX, inicialmente istalaram-se na
zona sudoeste do Estado, cujo clima para os europeus é favorável. No Brasil, houve duas grandes levas imigratórias vindas da Ucrânia, a primeira nos fins de 1895 que foi até o ano de 1930 e a segunda após a II Guerra
Mundial.

De acordo com Boruszenko (1995, p. 427), os primeiros imigrantes que desembarcaram no Brasil eram da Galícia, região ocidental da Ucrânia.
Os motivos que levaram à imigração para o Brasil foram devidos às imposições do Czarismo da Rússia e Ucrânia Oriental, e o abuso de poder dos senhores feudais do ocidente, ou seja, as pessoas estavam sobre grande opressão política e religiosa.
Sendo assim, partiram em busca de liberdade e melhores condições de vida, tanto
econômica como social.

Segundo Boruszenko (1995, p. 1), os primeiros imigrantes ucranianos que chegaram ao Paraná foram oito famílias vindas da Galícia, instalando-se próximo ao município de Palmeira, entre Curitiba e Ponta Grossa, onde fundaram a colônia de Santa Bárbara. A segunda fase da imigração ocorreu no início do século XX devido ao cunho político que se encontrava na Ucrânia e estes imigrantes foram chamados pelo Governo do estado do Paraná para trabalhar em obras públicas.

Boruszenko (1995, p. 428) relata ainda que após a Segunda Guerra Mundial emigraram mais de 200 mil ucranianos, refugiados políticos, que lutaram contra os russos e eram exilados para a Alemanha durante o nazismo em parte da Ucrânia.

No processo de colonização do município de Roncador, em 1923 chegaram as primeiras famílias ucranianas ao local, estes partiram de Guarapuava como Comissão Exploradora de Terras, tendo a missão de abrir o terceiro “Picadão”.
As famílias que chegaram a Roncador trouxeram consigo sua cultura, idioma, costumes, rito religioso e implantaram na nova colônia suas heranças trazidas da Ucrânia. (PREFEITURA DE RONCADOR, 1986, p. 3).

Neste contexto, pretende-se, a partir desta pesquisa, investigar a trajetória da imigração ucraniana no estado do Paraná, com ênfase na comunidade presente no município de Roncador, destacando seu processo de colonização e influência no desenvolvimento de sua cultura local, apontando suas principais características, tradições, ritos, língua, artes e costumes.





Referências
Fonte: Letras, Linguística e Artes: Perspectivas Críticas e Teóricas 3
Atena editora 2019
Ivan Vale de Sousa (Organizador)

Capítulo 2 a 10.
A CULTURA UCRANIANA E SUA TRAJETÓRIA NO MUNICÍPIO DE RONCADOR – PR
Ana Flávia Slobodjan dos Santos
Loremi Loregian-Penkal
DOI 10.22533/at.ed.0551909102
Fale com a gente: Contato